Tribunal de Justiça Desportiva
do Futebol do Estado do Rio de Janeiro

Notícias

Home » Notícias » Adiado o julgamento dos botafoguenses Bruno Silva e Marcelo

Adiado o julgamento dos botafoguenses Bruno Silva e Marcelo

Por Bruno Silva não poder comparecer ao Tribunal, o auditor relator, Gustavo Furquim, deferiu o pedido

25/04/2017

O Botafogo entrou com pedido de adiamento do julgamento de Bruno Silva e Marcelo, ambos expulsos na final da Taça Rio, contra o Vasco, e foi atendido pelo auditor relator Gustavo Furquim, que deferiu o adiamento. O processo seria julgado na sessão desta quarta-feira (26), pela Terceira Comissão Disciplinar. O julgamento ainda não tem nova data para acontecer.

O alvinegro joga amanhã (26) pela Copa do Brasil e Bruno Silva, relacionado para a partida, não poderia comparecer ao Tribunal para prestar depoimento.

– Alega o Requerente que, diante dos fatos apresentados na Súmula e na denúncia, seria imperiosa a presença do denunciado na sessão de julgamento para realização de seu Depoimento Pessoal. Considerando que o Clube Botafogo de Futebol e Regatas realizará Partida Oficial pela Copa do Brasil no dia 26/04/2017, mesma data do julgamento do ora denunciado, resta evidente a impossibilidade de seu comparecimento – explica o relator Gustavo Furquim no despacho, acrescentando:

– Neste sentido, diante da gravidade dos fatos elencados na denúncia, bem como a manifestação de vontade do denunciado em prestar seu Depoimento Pessoal, entende este Relator que o pedido deve ser deferido, sob pena de cerceamento de defesa.

Bruno Silva foi denunciado no artigo  254-A § 3º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), onde diz: “Praticar agressão física durante a partida; se a ação for praticada contra árbitros, assistentes ou demais membros de equipe de arbitragem, a pena mínima será de suspensão por 180 dias.

Já Marcelo, expulso em um lance de jogo com o segundo cartão amarelo, vai responder por “praticar jogada violenta”, de acordo com o artigo 254, com pena de suspensão de uma a seis partidas.